top of page

Mercado de Trabalho: Cenário e Desafios

Atualizado: 4 de ago. de 2023



Escassez de mão de obra qualificada é tema em pauta há décadas no mercado de trabalho brasileiro, e as empresas tem dificuldade cada vez mais em encontrar profissionais qualificados em todos os níveis. Um paradoxo, num país que possui o índice de desemprego de dois dígitos. A MB Consultoria, que possui um know how de mais de 25 anos de atuação com processo de recrutamento e seleção de cargos táticos e estratégicos, possui atualmente em seu painel de oportunidade mais de vinte vagas abertas desde o início do segundo semestre para várias áreas e cidades diferentes, e tem sentido dificuldade em encontrar profissionais que atendem o perfil mínimo desejado.



 

Qualidade Educacional


Um estudo elaborado pelo IMD World Competitiveness Center comparou a prosperidade e a competitividade de 64 países, e o Brasil teve a pior avaliação no eixo Educação, ocupando o último lugar entre os países analisados. Quando visualizamos a lista da QS World University Rankings 2022, a primeira faculdade brasileira a aparecer está na posição nº121. Não está nem entre as 100 melhores do mundo. O Brasil ainda obteve um dos 10 piores desempenhos do mundo em Matemática no Pisa. O desempenho em Leitura está atrás de mais de 50 países e regimes econômicas. Tais indicadores, demonstram a grave situação na qualidade do ensino e o reflexo real no mercado de trabalho.

Vale compartilhar uma situação real vivida num processo seletivo para uma vaga administrativa cujo banco de dados contava com 216 candidatos, e ao aplicar os testes de raciocínio verbal e numérico, apenas 08 candidatos alcançaram o percentual mínimo (igual maior a 70% de acertos), ou seja pouco mais de 3,5% dos candidatos foram aprovados na fase inicial dos testes. O mínimo de profissionais qualificados.


A área de Tecnologia da Informação vive uma realidade onde sobram vagas, e falta profissionais. O setor de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação) é o que tem se mostrado mais resiliente frente a outros setores do mercado de trabalho nacional, continua crescendo e gerando empregos. De acordo com relatório da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), a área de Tecnologia da Informação (TI) demanda mais de 400 mil profissionais até 2024. O número desperta um alerta para o risco de um apagão de profissionais qualificados para ocupar os postos vagos. Atualmente algumas empresas que não conseguem mão de obra no Brasil e estão ampliando seu RH para o mundo, importando profissionais.



 

Como lidar com esse cenário


Para buscar minimizar os impactos da falta de profissionais qualificados, é fundamental as empresas adotarem boas práticas de gestão estratégica de pessoas, entre elas:


  • Profissionalização dos processos seletivos: Mapear e definir claramente as etapas e ferramentas do processo seletivo por nível de cargo, é a base para condução de boa seleção. Deve definir desde o perfil mínimo da vaga, quais meios serão utilizados, como será o engajamento com os candidatos e até como será feita a integração do novo contratado.


  • Estratégias de retenção dos bons talentos: a competitividade pelos bons talentos está alta. Reter talentos significa valorizar aqueles que entregam com qualidade e efetividade. Possuir uma política interna de crescimento e carreira, processo de feedback contínuos e programas de avaliação de desempenho bem estruturados, fará uma boa diferença na gestão de pessoas.


  • Treinar, treinar e treinar: Sim, as empresas precisam investir cada vez mais em capacitação e desenvolvimento dos colaboradores em todos os níveis (não somente na gestão). Sabemos que existe uma lacuna de competências técnicas e comportamentais que precisa ser preenchida, e é por meio de programas de educação continuada que se pode elevar o patamar da qualificação dos colaboradores com potencial."


 

SUELY QUADROS

Administradora de Recursos Humanos, com mais de 15 anos de experiências no desenvolvimento e implementação de projetos de consultoria em gestão empresarial e programa de educação executiva.

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page