top of page

As pessoas valem muito a pena

Atualizado: 4 de ago. de 2023




Estamos acostumados nas nossas carreiras, e na verdade somos treinados nas empresas, a medir o nosso sucesso com base em realizações tais como: aumento da receita, crescimento das margens, superação de metas, redução de custos, aumento da produtividade, crescimento das vendas e ganho de Market Share, entre outros. E prova disto é que as recompensas resultantes das avaliações anuais, que definem premiações e bonificações, comumente são baseadas nestes indicadores. Porém quero aqui trazer a reflexão de uma realização que não consta desta lista, mas traz alta satisfação, e que no meu ponto de vista, é o que levamos como um legado de valor de nossas carreiras, as pessoas. Neste ponto esclareço que não sou adepto da crença, muitas vezes alardeada pelas empresas, de que as pessoas são o mais importante ativo das empresas‚ creio sim que as pessoas certas são o mais importante ativo das empresas. Cabe, portanto, aos líderes a grande responsabilidade de identifica-las e adotar mecanismos de retenção adequados, para que estas permaneçam no time e que outros não. Não estou aqui dizendo que existem pessoas erradas‚ por natureza, e nem que estas devam de imediato serem tiradas da empresa, sobre estas podemos aplicar um plano de desenvolvimento, e certamente teremos gratas surpresas neste processo.


Nas reuniões de integração de novos colaboradores, costumo fazer uma provocação, muitas vezes recebida com certo espanto, que consiste em dizer que se alguém não estiver satisfeito na função ou área em que trabalha, que deve procurar a área de Recursos Humanos e dizer que quer outra função ou experiência dentro da Empresa. Já vi um profissional em uma Industria, que estava com baixo desempenho na função que exercia em seu primeiro ano de empresa, inclusive tendo sua demissão discutida e praticamente decidida pela Diretoria, porém ele foi movido para outra função, onde resolveu um desafio importante que não estava sendo solucionado por outros. Ele está até hoje na empresa, e por mais de 10 anos. Ou seja, ele era a pessoa certa no lugar errado, e seria uma perda se a decisão tivesse sido levada a cabo.


Voltando ao ponto inicial, o que tenho aprendido na minha carreira, é que não há satisfação maior do que contribuir para o crescimento de uma pessoa, para a melhoria de um integrante do seu time. Saber disto, ouvir deles e até mesmo receber e-mails de agradecimento pela contribuição positiva que você proporcionou a ele, não tem preço. Isto é o que realmente faz todo o seu esforço valer a pena e sua histórias que todos lembrarão com orgulho e gratidão.


Fazer a diferença na vida das pessoas que tocamos em nossas carreiras é um ótimo propósito para levantar cedo e ir trabalhar com paixão

Da mesma forma, contudo de outro lado, temos aqueles que nos lideram, nossos chefes, e também lembraremos com respeito e gratidão daqueles que contribuíram para nos tornarmos profissionais e até mesmo, pessoas melhores.


Líderes que tiveram a humildade de dividir seu conhecimento conosco, que apostaram em nosso potencial nos dando as oportunidades de crescimento através dos desafios propostos. Verdadeiros amigos, entendendo-se amigo aquele que não apenas nos diz as coisas boas ou nos faz elogios, mas que nos dão feedbacks verdadeiros, algumas vezes negativos, o que reconheço não é fácil de receber e acreditem, muito menos de dar a um membro do seu time, no entanto são necessários, importantes e indispensáveis, e quem o faz com respeito quer apenas o nosso bem e está disposto a nos fazer crescer pois certamente acredita no nosso potencial.


Na busca por um emprego, seja ele o primeiro ou uma nova oportunidade na sua carreira, verifique se a Empresa tem a preocupação com o desenvolvimento de pessoas, não se restrinja a verificar se tem processos estabelecidos pelo RH tal como um programa, mentoria ou um PDI ‚ Plano de Desenvolvimento Individual, mas tente pesquisar sobre os Lideres desta Empresa, para verificar se estes realmente acreditam e aplicam através neste sentido, pois estou certo que sendo assim, não importando o lado que você vai estar, se sendo assistido ou assistindo algum neste processo de crescimento profissional e pessoal, a satisfação é garantida, pois as pessoas valem muito a pena."



 

MARCELO MEDEIROS

Executivo Sênior com 33 anos de carreira principalmente na Área de Finanças, em Empresas como KPMG, Souza Cruz, GE Aviation e GE Energy e Brookfield Incorporações, participou de 2 startups no Brasil de DELL Computadores e Azul Linhas Aéreas. Atualmente é CEO da Uninorte – Laureate Intenational Universities em Manaus. Bacharel em Ciências Contábeis pela UERJ, com MBA em Finanças pelo IBMEC e Pós-graduação em Direito Tributário pela FGV, e Green Belt em Six Sigma. Manauara por adoção, apaixonado por Gente e por Educação.

22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


bottom of page